PETROBRAS confirma descoberta de gás e óleo leve em poço Júpiter

quinta-feira, 25 de setembro de 2008 07:41 BRT
 

LISBOA, 25 de setembro (Reuters) - Um consórcio formado pela Petrobras (PETR4.SA: Cotações) e a pela petrolífera portuguesa Galp (GALP.LS: Cotações) anunciou que concluiu a perfuração do poço Júpiter, na costa do Rio de Janeiro, confirmando uma importante descoberta de gás e óleo leve que tinha sido anunciada em janeiro.

As companhias informaram que a reserva possui grandes quantidades de gás natural e óleo leve, mas mais poços e análises serão necessários para se determinar o tamanho da reserva e quanto dela é formada por óleo.

As ações da Galp, que tem 20 por cento no bloco enquanto a Petrobras detém os outros 80 por cento, chegaram a subir 3 por cento no início dos negócios desta quinta-feira, antes de reduzirem ganhos para 0,94 por cento.

Os parceiros tiveram que abandonar uma perfuração feita em janeiro depois da descoberta inicial de gás natural, para fazer uma manutenção na plataforma. Os trabalhos iniciais foram completados agora no poço, que está a 5.773 metros abaixo da superfície do mar e em lâmina d'água de 2.187 metros.

O poço de Júpiter fica a 37 quilômetros da gigante reserva de Tupi, onde a Petrobras em novembro calculou o volume de reservas recuperáveis entre 5 bilhões a 8 bilhões de barris.

A Petrobras afirma que a área da acumulação de Jupiter é similar a Tupi, em tamanho.

Alguns analistas estimam que 50 bilhões a 80 bilhões de barris de óleo podem estar embaixo da grossa camada de sal no leito do oceano ao longo da costa de 800 quilômetros.

(Por Andrei Khalip)