Mercado reduz estimativa de inflação de 2008 para 6,34%

segunda-feira, 25 de agosto de 2008 08:30 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O mercado brasileiro reduziu mais uma vez a estimativa para a inflação este ano, mas deixou inalterada as projeções para a taxa básica de juro.

De acordo com pesquisa feita pelo Banco Central, divulgada nesta segunda-feira, analistas reduziram para 6,34 por cento a estimativa para a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), indicador que baliza a política de metas de inflação no país.

No levantamento anterior, analistas esperavam que a inflação este ano atingisse 6,44 por cento.

Apesar da mudança no cenário de curto prazo, o quadro para 2009 continua o mesmo. Analistas acreditam que o IPCA fechará o próximo ano com alta de 5 por cento.

Com isso, o cenário de juro traçado pelos analistas também não sofreu alterações. Os cálculos apontam para uma taxa de juro de 14,75 por cento ao final deste ano e de 14,0 por cento em dezembro de 2009.

Em termos de crescimento, a aposta é que o Produto Interno Bruto (PIB) crescerá 4,80 por cento este ano, mesmo patamar indicado no levantamento anterior. Mas para 2009, a projeção sofreu mais um corte, passando de 3,70 por cento para 3,65 por cento.

(Reportagem de Renato Andrade; Edição de Vanessa Stelzer)