Superávit primário do Brasil cai a R$3,6 bi em setembro

quinta-feira, 25 de outubro de 2007 10:59 BRST
 

BRASÍLIA (Reuters) - O setor público consolidado do Brasil registrou superávit primário de 3,554 bilhões de reais em setembro, uma redução de 22,3 por cento ante o superávit de 4,575 bilhões de reais em igual mês do ano passado, informou o Banco Central nesta quinta-feira.

Em 12 meses encerrados em setembro, o superávit primário ficou em patamar equivalente a 4,05 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), frente a 4,12 por cento nos 12 meses até agosto.

O BC informou ainda que a dívida líquida total do setor público atingiu 43,5 por cento do PIB no mês passado, ante 43,0 por cento em agosto.

No período, a valorização cambial foi responsável por um aumento de 13,6 bilhões de reais no endividamento líquido, informou o BC em nota.

No mês passado, o governo central registou um superávit primário de 812 milhões de reais, os governos regionais (Estados e municípios) tiveram um superávit de 1,389 bilhão de reais e as empresas estatais, um superávit de 1,353 bilhões de reais.

(Por Isabel Versiani)