Próxima descoberta do pré-sal será no sul da Bahia--geólogo

quinta-feira, 25 de setembro de 2008 13:56 BRT
 

Por Roberto Samora

SÃO PAULO, 25 de setembro (Reuters) - A possibilidade de encontrar petróleo sob a camada de sal na costa brasileira vai além da faixa apontada por alguns especialistas entre o Espírito Santo e Santa Catarina. Na opinião do presidente da Associação dos Geológos de Petróleo, Marcio Mello, as chances de obter petróleo no pré-sal se estendem até Sergipe e Alagoas.

"Temos um campo de Carmópolis de 1 bilhão de barris no pré-sal em Sergipe. O pré-sal existe de Santa Catarina até Sergipe e Alagoas...A próxima descoberta do pré-sal muito em breve vai ser na bacia de Jequitinhonha, no sul da Bahia", declarou Mello nesta quinta-feira em evento do jornal O Estado de S.Paulo para discutir o pré-sal.

Entretanto, segundo ele, essa ampliação na extensão da área onde esses recursos podem ser obtidos não aumentaria as potenciais reservas de óleo e gás do país, que ele calcula estariam em torno de 50 a 55 bilhões de barris considerando as recentes descobertas.

De acordo com a Petrobras (PETR4.SA: Cotações), o campo de Iara pode conter de 3 a 4 bilhões de barris de óleo equivalente, e Tupi tem reservas estimadas entre 5 a 8 bilhões de barris. Esses são os dois únicos campos, ambos na bacia de Santos, cujas reservas foram estimadas até agora.

A estatal confirmou na noite de quarta-feira o potencial do campo de Júpiter, vizinho de Tupi, mas sem ainda detalhar o tamanho da jazida, que foi apenas classificada como "grande".

GÁS EM ÁGUAS RASAS DE SANTOS

Segundo o geólogo, o Brasil tem imensas reservas de gás em águas rasas da bacia de Santos que foram deixadas de lado em função da descoberta do petróleo na camada pré-sal.   Continuação...