Lucro da NATURA decepciona e ações da empresa têm forte baixa

quinta-feira, 25 de outubro de 2007 14:07 BRST
 

Por Cesar Bianconi

SÃO PAULO, 25 de outubro (Reuters) - As ações da empresa de cosméticos Natura (NATU3.SA: Cotações) registravam forte baixa na Bolsa de Valores de São Paulo nesta quinta-feira. Investidores ficaram decepcionados com o resultado trimestral, sem mostrar entusiasmo com a nova proposta de reorganização da empresa para retomada do crescimento.

A Natura teve lucro líquido de 117 milhões de reais no período de julho a setembro, queda de 12,1 por cento sobre o mesmo período do ano passado. A margem operacional (Ebtida) caiu 2,5 pontos percentuais, para 23,8 por cento. O custo dos produtos da marca subiu, alcançando 32,7 por cento da receita líquida no trimestre.

Maior queda do Ibovespa, as ações perdiam 6 por cento às 14h, cotadas a 21,61 reais, com 46 milhões de reais em negócios. No mesmo horário, o índice Bovespa .BVSP caía 0,32 por cento, 62.427 pontos.

"O resultado foi ruim, por isso a ação está caindo. A Natura já tinha prometido que os resultados iriam melhorar, mas isso não está acontecendo", comentou analista de uma corretora que preferiu não ser identificado.

A empresa anunciou a reorganização em três unidades de negócios --Brasil, América Latina e Novos Mercados-- com o objetivo de simplificar a estrutura e garantir foco, prometendo um novo ciclo de crescimento que só será sentido plenamente em 2009.

A Natura continou a ter geração de caixa negativa nos mercados internacionais em que atua (Argentina, Chile, Peru, México, Venezuela, Colômbia e França), parte deles em fase de implantação das operações.

Especialistas já tinham apontado que a estratégia de internacionalização se mostrava um processo mais complicado do que o previsto pela empresa.