Secretário reforça que Tesouro pode voltar ao mercado externo

quinta-feira, 25 de outubro de 2007 10:57 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, reforçou nesta quinta-feira que o governo pode retomar "em breve" a emissão de bônus soberanos no mercado externo assim que as condições internacionais melhorarem.

"A gente percebe uma evolução boa do endividamento interno... As emissões externas... voltaremos a fazer em breve", disse ele a jornalistas após evento em São Paulo.

Augustin preferiu não especificar uma data para as novas emissões, já que o Tesouro não divulga antecipadamente suas operações no mercado internacional.

"Do ponto de vista de como o Brasil saiu da crise... da análise dos fundamentos do Brasil, nós entendemos que o cenário seria favorável, mas o mercado externo ainda precisa ser avaliado".

Ele ressaltou a solidez da economia brasileira durante a crise de crédito no setor de financiamento imobiliário de alto risco dos Estados Unidos, citando o alto patamar das reservas internacionais do país, o superávit da balança comercial e a política fiscal prudente.

Na quarta-feira, o secretário-adjunto do Tesouro, Paulo Valle, disse em Nova York que se as condições melhorarem o Brasil pode voltar a captar recursos no mercado internacional ainda em 2007. "Vai depender das condições do mercado; se o mercado melhorar em novembro, nós vamos fazer", disse Valle.

(Por Vanessa Stelzer)