Crise afeta recuperação da confiança dos consumidores dos EUA

sexta-feira, 26 de setembro de 2008 11:01 BRT
 

NOVA YORK, 26 de setembro (Reuters) - A confiança do consumidor norte-americano subiu em setembro para o maior patamar em sete meses, mas não tanto como era esperado, já que as preocupações sobre a crescente crise financeira, acabaram prejudicando as perspectivas, mostrou pesquisa divulgada nesta sexta-feira.

O índice de confiança da Reuters e da Universidade de Michigan registrou uma leitura final de 70,3 em setembro, ante 63,0 em agosto. Foi a maior leitura final do indicador desde a de 70,8 em fevereiro.

Ainda assim, o dado ficou abaixo das estimativas de encomistas, que projetavam uma leitura de 71,0, de acordo com os prognósticos levantados pela Reuters.

O dado também ficou abaixo da leitura preliminar, de 73,1, divulgada em 12 de setembro.

(Reportagem de Burton Frierson)

(Tradução Redação São Paulo; 5511 45644-7745))

REUTERS RA VS