Ações da Xstrata caem e mercados europeus fecham no vermelho

quarta-feira, 26 de março de 2008 15:14 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Os mercados europeus fecharam esta quarta-feira em queda, derrubados por desvalorizações no setor bancário e com a mineradora Xstrata atingindo seu pior nível em dois meses depois que as negociações de sua venda para a Vale fracassaram.

O índice FTSEurofirst 300, que acompanha as principais ações da Europa, fechou em queda de 0,6 por cento, aos 1.258 pontos. O índice caminha para ter seu pior desempenho trimestral desde o terceiro trimestre de 2002 e seu quinto mês consecutivo de queda.

O Deutsche Bank alertou que problemas nos mercados de crédito podem atingir seus lucros para o ano, enquanto alguns dos maiores bancos centrais do mundo afirmam não ver fim à vista para a crise global de crédito.

"Minha visão pessoal é de que o mercado está extremamente bem valorizado nesses níveis, mas o fluxo de notícia está duramente ruim e este não é um cenário no qual os mercados possam mostrar alguma força", afirmou Roger Noddings, chefe de investimento no HSBC Investments. As ações da Xstrata fecharam em queda de 4,8 por cento, tendo chegado a cair 12 por cento nas mínimas do dia, enquanto os papéis do Deutsche Bank perderam 2,3 por cento.

Em Londres, o índice Financial Times fechou em queda de 0,5 por cento, a 5.660 pontos.

Em Frankfurt, o índice DAX retrocedeu 0,54 por cento, para 6.489 pontos.

Em Paris, o índice CAC-40 caiu 0,33 por cento, para 4.676 pontos.

Em Milão, o índice Mibtel encerrou em baixa de 0,40 por cento, a 23.846 pontos.

Em Madri, o índice Ibex-35 fechou com desvalorização de 0,23 por cento, a 13.403 pontos.

Em Lisboa, o índice PSI20 teve baixa de 0,17 por cento, para 10.410 pontos.

(Reportagem de Amanda Cooper)