Investimento de estrangeiro em renda fixa despenca por IOF

segunda-feira, 26 de maio de 2008 13:45 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - Os investimentos estrangeiros em renda fixa caíram para 230 milhões de dólares em abril, frente a 4,276 bilhões de dólares em março, refletindo a tributação introduzida pelo governo em março, mostraram números do Banco Central nesta segunda-feira.

Em maio, até esta segunda-feira, os investimentos nessas aplicações estava negativo em 72 milhões de dólares.

"Evidentemente (o comportamento) está vinculado ao IOF", afirmou o chefe do Departamento Econômico do BC, Altamir Lopes, a jornalistas.

O governo passou a taxar, em meados de março, investidores em renda fixa não-residentes com uma alíquota de 1,5 por cento de Imposto sobre Operações Financeiras.

O objetivo, segundo anunciou na ocasião o ministro da Fazenda, Guido Mantega, foi reduzir o fluxo de dólares para o país e conter a apreciação do real.

Os investimentos estrangeiros em ações somaram 5,905 bilhões de dólares em abril, contra 1,284 bilhão de dólares em março e 2,677 bilhões de dólares em abril do ano passado.

"Eu diria (que os investimentos em ações) estão fluindo normalmente", afirmou Lopes.

(Reportagem de Isabel Versiani)