PANORAMA2-Inflação nos EUA sobe, mas IBM sustenta mercados

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008 18:09 BRT
 

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 26 de fevereiro (Reuters) - A inflação norte-americana trouxe notícias preocupantes, mas isso não impediu que as bolsas de valores nos Estados Unidos fechassem em alta e animassem também os mercados brasileiros.

Nesta terça-feira, o ânimo foi gerado por um programa de recompra de ações da IBM (IBM.N: Cotações). A gigante de informática, com cerca de 150 bilhões de dólares em valor de mercado, vai adquirir até 15 bilhões de dólares de suas ações.

"O mercado está procurando boas notícias. A IBM é uma grande componente do mercado, tem grande peso, e isso... está dando uma orientação de curto prazo", disse Mark Schlarbaum, operador da Global Capital Management, na Pensilvânia.

A notícia minimizou a apreensão com os preços nos EUA. De acordo com relatório do Departamento de Trabalho, a inflação no atacado (PPI, na sigla em inglês) avançou 1,0 por cento em janeiro, com alta de 0,4 por cento no núcleo.

"Isso dificulta a vida do Fed em meio à campanha de corte dos juros para tentar estimular a economia", disse David Powell, estrategista sênior de câmbio da Ideaglobal.

No Brasil, a inflação pelo IPCA-15 veio um pouco acima do esperado, mas desacelerou frente ao mês anterior por conta da menor pressão dos alimentos. O índice avançou 0,64 por cento em fevereiro, ante 0,70 por cento em janeiro.

No mercado de câmbio, o dólar cravou a sétima queda consecutiva e fechou abaixo de 1,70 real pela primeira vez desde maio de 1999.

  Continuação...