26 de Fevereiro de 2008 / às 21:11 / em 10 anos

PANORAMA2-Inflação nos EUA sobe, mas IBM sustenta mercados

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 26 de fevereiro (Reuters) - A inflação norte-americana trouxe notícias preocupantes, mas isso não impediu que as bolsas de valores nos Estados Unidos fechassem em alta e animassem também os mercados brasileiros.

Nesta terça-feira, o ânimo foi gerado por um programa de recompra de ações da IBM (IBM.N). A gigante de informática, com cerca de 150 bilhões de dólares em valor de mercado, vai adquirir até 15 bilhões de dólares de suas ações.

“O mercado está procurando boas notícias. A IBM é uma grande componente do mercado, tem grande peso, e isso... está dando uma orientação de curto prazo”, disse Mark Schlarbaum, operador da Global Capital Management, na Pensilvânia.

A notícia minimizou a apreensão com os preços nos EUA. De acordo com relatório do Departamento de Trabalho, a inflação no atacado (PPI, na sigla em inglês) avançou 1,0 por cento em janeiro, com alta de 0,4 por cento no núcleo.

“Isso dificulta a vida do Fed em meio à campanha de corte dos juros para tentar estimular a economia”, disse David Powell, estrategista sênior de câmbio da Ideaglobal.

No Brasil, a inflação pelo IPCA-15 veio um pouco acima do esperado, mas desacelerou frente ao mês anterior por conta da menor pressão dos alimentos. O índice avançou 0,64 por cento em fevereiro, ante 0,70 por cento em janeiro.

No mercado de câmbio, o dólar cravou a sétima queda consecutiva e fechou abaixo de 1,70 real pela primeira vez desde maio de 1999.

Veja como encerraram os principais mercados nesta terça-feira:

CÂMBIO BRBY

O dólar terminou a 1,684 real, em baixa de 1,29 por cento. O volume no segmento interbancário foi de 4,84 bilhões de dólares.

BOLSA .BVSP

O Ibovespa subiu 0,38 por cento, a 65.245 pontos, segundo dados preliminares. O volume financeiro na bolsa foi de 6,9 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS .BR20

O índice de principais ADRs brasileiros avançou 1,66 por cento, aos 39.194 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) fecharam em baixa na BM&F. O DI janeiro de 2009 recuou a 11,72 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 caiu a 12,40 por cento.

GLOBAL 40 BRAGLB40=RR

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subia para 133,56 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,47 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS 11EMJ

No final da tarde, o risco Brasil cedia 4 pontos, a 235 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 260 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones .DJI subiu 0,9 por cento, a 12.684 pontos. O Nasdaq .IXIC avançou 0,75 por cento, para 2.344 pontos. O índice S&P 500 .SPX exibia alta de 0,69 por cento, aos 1.381 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS US10YT=RR

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, subia e o rendimento recuava para 3,87 por cento no final da tarde ante 3,9 por cento na segunda-feira.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

Reportagem adicional de Aluísio Alves e Vanessa Stelzer; Edição de Daniela Machado

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below