Grã-Bretanha deve ter expansão menor em 2008, crise afeta pouco

sexta-feira, 26 de outubro de 2007 09:52 BRST
 

LONDRES, 26 de outubro (Reuters) - A economia britânica deve desacelerar no próximo ano e a recente turbulência nos mercados financeiros deve gerar, provavelmente, um impacto pequeno, informou nesta sexta-feira um importante centro de pesquisas.

Em seu relatório trimestral, o Instituto Nacional de Pesquisa Econômica e Social (NIESR, na sigla em inglês), revisou para baixo sua previsão de crescimento para o próximo ano para 2,2 por cento, ante estimativa de 2,6 por cento de expansão feita em julho.

De acordo com o documento, os gastos governamentais, a demanda dos consumidores e o comércio devem se enfraquecer.

"Isso (a revisão para 2008) reflete resultado líquido da balança mais fraco, com a recente turbulência financeira tendo apenas um impacto modesto no cenário doméstico", afirmou o instituto no documento.

A revisão leva a estimativa do NIESR para o patamar estimado por economistas do setor privado e pelo próprio governo, que projetam crescimento entre 2 e 2,5 por cento para o próximo ano.