Vale prevê demora em acordo sobre preço do minério

segunda-feira, 26 de novembro de 2007 14:24 BRST
 

Por Tamora Vidaillet

PARIS (Reuters) - A gigante da mineração mundial Companhia Vale do Rio Doce informou nesta segunda-feira que as negociações globais sobre o preço do minério de ferro vão começar nos próximos dias, mas que um acordo pode demorar.

O diretor-executivo de finanças da Vale, Fabio Barbosa, afirmou que é muito cedo para comentar sobre o percentual do ajuste de preços, e que a Vale espera que eles reflitam condições de mercado.

Os preços do minério de ferro subiram quase 200 por cento desde 2002 e analistas esperam que os preços avancem de 25 a 50 por cento no próximo ano.

"As discussões devem demorar por causa dos parâmetros que serão discutidos de uma maneira diferente", disse Barbosa à Reuters.

Ele explicou que os parâmetros se referem à nova realidade de um mercado mais aquecido do que o esperado no início deste ano, que decorreu em aumento de 9,5 por cento para o minério de ferro em 2007.

A companhia afirmou que mesmo que invista maciçamente no aumento de sua produção não conseguirá atender à demanda explosiva da China por minério de ferro, um dos principais motivos para a pressão sobre os preços.

"Mesmo se nós continuassemos investindo mais e mais nós nunca conseguiríamos acompanhar o crescimento chinês", disse o presidente-executivo da Vale, Roger Agnelli, a jornalistas durante entrevista em Paris.

De acordo com estimativas da empresa, a parcela chinesa do consumo mundial de minério de ferro aumentará de 45 por cento, registrado em 2006 para 54 por cento em 2011.   Continuação...