JURO-Mais dados de inflação desaceleram e projeções recuam

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008 16:12 BRT
 

SÃO PAULO, 26 de fevereiro (Reuters) - A maioria das projeções de juros reverteu a alta da abertura e encerrou a terça-feira em baixa.

"O IPCA-15 pressionou o mercado de juros na parte da manhã", afirmou Flávio Serrano, economista-chefe da López León Markets. "O número veio acima do esperado, mas de qualquer forma isso não vai fazer com que o mercado passe a acreditar em alta de juros (em março)."

Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) abril de 2008 --que embute as estimativas para a próxima decisão do Comitê de Política Monetária (Copom)-- fechou estável, a 11,13 por cento ao ano.

A inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) desacelerou para 0,64 por cento em fevereiro, ante 0,70 por cento em janeiro, apesar de ter superado o teto das previsões de analistas.

Mais cedo, outro dado favorável: a inflação ao consumidor em São Paulo desacelerou para 0,16 por cento na terceira quadrissemana de fevereiro, a menor taxa desde meados de novembro do ano passado.

O DI janeiro de 2010 caiu de 12,43 por cento no fechamento da véspera para 12,40 por cento. O DI janeiro de 2009 recuou de 11,77 para 11,72 por cento.

TÍTULOS PÚBLICOS

Na primeira etapa do leilão de NTN-B, o Tesouro Nacional vendeu papéis com vencimento em maio de 2013 garantindo remuneração de 7,38 por cento ao ano mais a inflação do período.   Continuação...