Acionistas da BM&F aprovam troca de ações com CME Group

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008 16:15 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Os acionistas da Bolsa de Mercadorias & Futuros aprovaram nesta terça-feira o contrato de parceria entre a empresa e o CME Group, maior e mais diversificada bolsa de derivativos do mundo.

"A BM&F passa a deter 2,18 por cento de participação no patrimônio social do CME Group... e este, 10 por cento de participação na BM&F", afirmaram ambas as empresas em comunicado ao mercado.

Agora, a BM&F é a sétima maior acionista do CME Group.

Em outubro, o CME Group informou que planejava adquirir cerca de 10 por cento da BM&F em troca de aproximadamente 2 por cento de participação no CME. O acordo era avaliado em cerca de 1,3 bilhão de reais.

Nesta terça, as bolsas informaram ainda que o presidente-executivo do CME Group, Craig Donohue, foi eleito como um dos dois novos conselheiros da BM&F. Outro novo integrante do Conselho da BM&F é Marcelo Trindade, ex-presidente da Comissão de Valores Mobiliários. Assim, o Conselho da BM&F foi ampliado de 9 para 11 conselheiros.

"Ligar as bolsas deve ajudar a trazer transparência e ajudar na criação de novos produtos", disse à Reuters o diretor de pesquisa e desenvolvimento do CME Group, David Lehman, durante almoço.

As ações da BM&F, uma das cinco maiores bolsas de commodities do mundo, e da holding que controla a Bolsa de Valores de São Paulo, Bovespa Holding, exibiram forte valorização na semana passada, após as bolsas terem anunciado que estavam em conversas exclusivas sobre uma possível fusão.

(Por Rodolfo Barbosa e Reese Ewing)