Em dia fraco, dólar acompanha menor risco e cai 1,23%

quarta-feira, 26 de dezembro de 2007 16:18 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em queda de mais de 1 por cento nesta quarta-feira, acompanhando o maior apetite pelo risco no exterior e a entrada de recursos em uma sessão com volume abaixo da média.

A moeda norte-americana terminou o dia cotada a 1,772 real, em baixa de 1,23 por cento.

A sessão teve poucos negócios por conta dos feriados de Natal e Ano Novo. O fim da CPMF também ajudou a esvaziar o mercado, que segura algumas operações até o início de 2008 com o intuito de escapar do tributo.

"Esse mercado não significa muito em matéria de tendência por conta do volume, que está bem pequeno. Mas deu uma acelerada à tarde. Aparentemente tem alguma entrada", disse Jorge Knauer, gerente de câmbio do Banco Prosper, no Rio de Janeiro. "O final do ano é sempre atípico, difícil de prever".

No exterior, as bolsas norte-americanas passaram o dia em terreno negativo. A fraqueza do pregão em Wall Street, porém, fez prevalecer no radar do mercado a queda de 10 pontos-básicos do risco-país e a alta de quase 2 por cento da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa).

No meio do dia, o Banco Central realizou um leilão de compra de dólares no mercado à vista, mas a operação não surtiu efeito sobre a taxa de câmbio. A autoridade monetária aceitou ao menos duas propostas, segundo operadores, com taxa de corte a 1,7850 real.

(Reportagem de Silvio Cascione; Edição de Vanessa Stelzer)