Bancos ditam leve queda da Bovespa em dia de giro fraco

terça-feira, 26 de agosto de 2008 18:13 BRT
 

Por Aluísio Alves

SÃO PAULO (Reuters) - A Bolsa de Valores de São Paulo repetiu nesta terça-feira a tendência recente de volatilidade e baixo giro financeiro, com a queda de ações de bancos suplantando uma recuperação moderada do setor de commodities.

Depois de esboçar alta pela manhã, o Ibovespa foi perdendo força e fechou em leve baixa de 0,22 por cento, aos 54.358 pontos. O volume de negócios na bolsa foi de 3,27 bilhões de reais.

Para profissionais do mercado, o giro fraco reflete o instante de maior indefinição dos investidores.

De um lado, os estrangeiros, que resgataram 17 bilhões de reais do mercado acionário doméstico desde o início de junho, estancaram as vendas, à medida que cresce a percepção de que o preço das ações está excessivamente descontado.

"O valor das ações está bem atrativo, porque os fundamentos das empresas estão fortes e indicam valores bem acima", disse Marcelo Karvelis, sócio-diretor da gestora independente Claritas, em seminário nesta tarde.

Mas a expectativa de novas notícias ruins sobre a economia norte-americana, ainda como desdobramento da crise de crédito no país, desmotiva compras.

"A maioria dos investidores está preferindo esperar o horizonte ficar mais limpo", disse Roberto Além, operador da M2 Investimentos.

Diante desse quadro, o comportamento das ações acompanhou de perto a tendência internacional. As preferenciais da Petrobras, por exemplo, subiram 1,1 por cento, a 34,19 reais, na cola da alta do barril de petróleo.   Continuação...