Executivo da Boeing diz que pedidos de aviões podem cair em 2008

sexta-feira, 26 de outubro de 2007 22:24 BRST
 

WASHINGTON (Reuters) - O chefe da unidade aviões comerciais da Boeing disse nesta sexta-feira que as encomendas podem cair em 2008, mas a companhia tem esperança de que as companhias aéreas norte-americanas estejam prontas para começar a comprar novas aeronaves.

"Eu acho que você verá alguma estabilização ou alguma redução nos pedidos", disse Scott Carson a repórteres após discurso a um grupo do setor.

Carson disse estar hesitante em prever quaisquer detalhes, mas acrescentou que as empresas aéreas podem estar em um ponto no qual começariam a encomendar mais aviões.

A Boeing informou nesta semana que os pedidos sólidos deste ano --agora em 919 aviões-- podem ultrapassar o recorde de 1.044 aeronaves do ano passado, quando a empresa superou a unidade Airbus como maior vendedora de aviões pela primeira vez desde 2000.

A Boeing cortou sua previsão de receita para 2008 devido a um atraso de seis meses nas entregas de seu 787 Dreamliner, por causa de escassez de componentes e problemas de produção.

(Por John Crawley)