Fatah diz que Hamas tem de deixar Gaza antes de negociar paz

quarta-feira, 26 de março de 2008 12:24 BRT
 

RAMALLAH (Reuters) - A facção Fatah, do presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, disse nesta quarta-feira que desistirá do diálogo com o Hamas caso o grupo islâmico não ceda o controle de Gaza, levando dúvidas à tentativa de reconciliação patrocinada pelo Iêmen.

A Fatah e o Hamas, que tomou o controle da região em junho, concordaram esta semana, no Iêmen, em retomar conversas diretas para fazer com que "a situação palestina volte a ser o que era antes dos incidentes em Gaza", após meses de hostilidades.

Mas a evidente disputa rapidamente estourou. O Hamas diz que as negociações começam no dia 5 de abril, enquanto o gabinete de Abbas insiste que o grupo islâmico tem de desistir do controle sobre a Faixa de Gaza, onde vivem 1,5 milhão de palestinos.

"Estamos prontos para começar um novo capítulo, mas a condição palestina continua a mesma, e isso é uma reversão total do golpe", disse a repórteres Nabil Amr, conselheiro de mídia de Abbas, na cidade de Ramallah, na Cisjordânia.

"Esta é a posição final da Autoridade Nacional Palestina, da Organização para a Libertação da Palestina e da Fatah."

Depois da tomada de Gaza, Abbas respondeu com a dissolução do governo liderada pelo Hamas, prendendo simpatizantes do grupo e buscando negociações de paz com Israel mediadas pelos Estados Unidos --estratégia rejeitada pelo Hamas.

O Hamas pediu várias vezes para se reconciliar com o Fatah, mas rejeita a exigência imposta por Abbas de abrir mão do controle da Faixa de Gaza.

O dirigente do Hamas Sami Abu Zurhi afirmou que os comentários de Amr refletem as posições de Israel e dos Estados Unidos e "acabam" efetivamente com a iniciativa do Iêmen.

Entretanto, Zuhri disse que "a iniciativa do Iêmen deixou claro que seria um diálogo entre o Hamas e o Fatah, não uma lista de itens a serem implementados imediatamente."

(Reportagem de Ali Sawafta)

REUTERS ES

 
<p>Mulher palestina participa de protesto em Gaza. A fac&ccedil;&atilde;o Fatah, do presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, disse nesta quarta-feira que desistir&aacute; do di&aacute;logo com o Hamas caso o grupo isl&acirc;mico n&atilde;o ceda o controle de Gaza. Photo by Mohammed Salem</p>