Conselho da Merrill estuda nomes para assumir presidência-fontes

sexta-feira, 26 de outubro de 2007 13:48 BRST
 

Por Jennifer Ablan e Tim McLaughlin

NOVA YORK, 26 de outubro (Reuters) - O conselho da Merrill Lynch MER.N estuda a indicação do presidente-executivo do BlackRock (BLK.N: Cotações), Larry Fink, ou do presidente-executivo da NYSE Euronext NYX.N, John Train, como possíveis substitutos do chairman Stan O'Neal, de acordo com pessoas próximas à situação.

O nome de Fink ganhou força porque ele é considerado um dos melhores gestores de bônus dos Estados Unidos. Ele também é visto como alguém que pode solucionar os problemas na área de renda fixa da Merrill depois que a companhia teve 8,4 bilhões de dólares em baixas contábeis, principalmente devido a apostas equivocadas em empréstimos de alto risco (subprime) e em obrigações de dívidas colateralizadas.

John Thain tem um perfil "blue-chip" em Wall Street, com credenciais fortalecidas pela administração da Bolsa de Valores de Nova York (NYSE) e pela época em que foi co-presidente do Goldman Sachs (GS.N: Cotações).

Um porta-voz do BlackRock, gestor de ativos no qual a Merrill tem uma grande participação acionária, se recusou a comentar, dizendo que a companhia não fala sobre especulações e rumores de mercado. Os porta-vozes da Nyse não estavam imediatamente disponíveis para comentar o assunto.

A especulação de que O'Neal seria substituído até este fim de semana fez as ações da Merrill subirem mais de 5 por cento na Bolsa de Nova York.