Com forte giro, ação da Bovespa Holding dispara 30% na estréia

sexta-feira, 26 de outubro de 2007 12:31 BRST
 

Por Cesar Bianconi

SÃO PAULO (Reuters) - Nem mesmo a revisão do preço da ação da Bovespa Holding, fixado 24 por cento acima do teto da previsão original, tirou o apetite dos investidores. Na estréia na Bolsa de Valores de São Paulo, nesta sexta-feira, os papéis registravam forte valorização.

Às 12h23, as ações --que saíram com valor inicial de 23 reais-- avançavam 29,78 por cento, cotadas a 29,85 reais. O volume superava os 2,3 bilhões de reais. Nos primeiros negócios, as ações chegaram a subir quase 40 por cento, para 32 reais.

O Ibovespa subia 1,84 por cento, em 63.488 pontos, com negócios 3,4 bilhões de reais.

A Bovespa Holding é controladora da bolsa paulista e da Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC). A oferta pública inicial da empresa (IPO, na sigla em inglês) pode movimentar 6,6 bilhões de reais, considerando lote suplementar de ações, a maior da história do mercado acionário do país.

Diante da forte demanda, na terça-feira, os coordenadores da operação elevaram a faixa estimada para a ação da Bovespa Holding.

RATEIO

Foi a primeira vez que uma empresa adotou o mecanismo de priorizar o atendimento de pedidos de reserva de acionistas com perfil de investidor de longo prazo.

Os pedidos de reserva de investidores de varejo considerados prioritários --aqueles que mantiveram suas ações em outros IPOs além do primeiro dia de negociação-- foram atendidos integralmente até o valor de 12.098 reais, que correspondem a 526 ações.   Continuação...