CÂMBIO-Com indefinição nos EUA, dólar oscila de acordo com fluxo

quinta-feira, 27 de março de 2008 11:14 BRT
 

SÃO PAULO, 27 de março (Reuters) - O dólar operava em leve alta nesta quinta-feira, numa manhã de oscilação de acordo com o fluxo de recursos e com o comportamento dos mercados internacionais. Às 11h10, a moeda norte-americana BRBY subia 0,12 por cento, para 1,729 real.

O cenário externo, que tem sido a principal bússola para o dólar, ainda não exibia um panorama claro.

"O 'link' do mercado (de câmbio) é o mercado externo. Como não é um dia de muitos destaques, (o dólar) está ao sabor do fluxo", disse o gerente de câmbio de um banco estrangeiro, que preferiu não ser identificado.

Nos Estados Unidos, os índices Dow Jones .DJI e S&P 500 .SPX abriram em alta --animados com o fato de o Produto Interno Bruto (PIB) no quarto trimestre não ter mostrado surpresa negativa, ainda que o crescimento tenha sido de 0,6 por cento. Logo após a abertura, porém, perderam força e passaram a operar perto da estabilidade.

Mesmo assim, a ausência de um cenário de turbulência aguda como nas últimas semanas tem permitido aos estrangeiros reduzir a posição comprada em dólar no mercado futuro brasileiro.

"Acho que é ajuste técnico", comentou o gerente. No final de sexta-feira, os investidores estrangeiros detinham cerca de 3,5 bilhões de dólares em posições compradas; dois dias depois, o volume caiu praticamente à metade, para cerca de 1,9 bilhão de dólares.

A posição comprada em dólares dos estrangeiros no mercado futuro foi montada há cerca de duas semanas, no momento mais agudo da crise externa. Segundo agentes de mercado, foi uma reação defensiva para reduzir a exposição a risco.

(Por Silvio Cascione; Edição de Daniela Machado)