Mineradoras e petrolíferas avançam, mas Nikkei recua

quinta-feira, 27 de dezembro de 2007 07:58 BRST
 

Por Louise Heavens

CINGAPURA (Reuters) - As bolsas de valores da Ásia fecharam em alta, impulsionadas por ações de companhias de recursos naturais. Mineradoras e petrolíferas como BHP Billiton e CNOOC avançaram com a firmeza dos preços de commodities.

Apesar disso, a bolsa de Tóquio caiu, confirmando trajetória de encerrar em queda no ano e com a pior performance entre os principais mercados do mundo.

Com muitos investidores longe dos mercados por conta dos feriados de fim de ano, o dólar se manteve estável em um pregão de baixo volume, depois de recuar durante a noite contra o euro e uma cesta de importantes moedas. Investidores aguardam dados de encomendas de bens duráveis, que devem ser divulgados mais tarde, e de vendas de novas moradias nos Estados Unidos, que serão publicados na sexta-feira.

"O mercado ainda está sob pressão, que surgiu após medidas de injeção de liquidez por bancos centrais reduzirem temores sobre um aperto do crédito no fim do ano", disse Ryuji Shimai, analista de mercado da Shinko Securities.

O índice MSCI, que reúne os principais mercados da região Ásia-Pacífico menos o Japão, operava em alta de 0,26 por cento, às 7h36 (horário de Brasília). O indicador está 10,5 por cento abaixo do recorde de 1o de novembro, mas ainda acumula alta de cerca de 30 por cento este ano.

A bolsa de TÓQUIO fechou em queda de 0,57 por cento, a 15.564 pontos. A bolsa caminha para encerrar o ano em terreno negativo pela primeira vez em cinco anos, com as ações ficando à sombra de mercados em rápido crescimento e de economias vibrantes em outras regiões da Ásia.

Em SEUL, o mercado teve alta de 0,10 por cento, a 1.908 pontos. Enquanto isso, HONG KONG fechou em baixa de 1,02 por cento, XANGAI avançou 1,44 por cento e TAIWAN registrou valorização de 1,93 por cento.

A bolsa de CINGAPURA avançou 0,11 por cento e SYDNEY teve alta de 0,43 por cento.