IGP-M fecha o ano com alta de 7,75%

quinta-feira, 27 de dezembro de 2007 09:45 BRST
 

Por Renato Andrade

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) subiu 1,76 por cento em dezembro, o que fez o indicador encerrar o ano com alta de 7,75 por cento, acima das estimativas do mercado.

A variação registrada em dezembro ficou bem acima do avanço de 0,69 por cento de novembro, e superou ligeiramente a estimativa de analistas consultados pela Reuters, que apostavam em uma alta de 1,68 por cento para o indicador no último mês de 2007.

Boa parte da alta de dezembro pode ser creditada ao comportamento dos preços no atacado. O indicador deste segmento --o IPA-- subiu 2,36 por cento, ante alta de 0,97 por cento em novembro.

Os preços dos alimentos responderam em grande medida pela alta expressiva do IPA no mês.

O mesmo foi verificado no Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que fechou dezembro com alta de 0,67 por cento, ante o avanço de apenas 0,04 por cento em novembro.

"Quatro das sete classes de despesa componentes do índice apresentaram acréscimos em suas taxas de variação", informou a FGV em comunicado divulgado nesta quinta-feira.

A principal contribuição partiu do grupo Alimentação, com alta de 1,73 por cento.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) registrou alta de 0,43 por cento, depois da alta de 0,48 por cento em novembro.

A alta de 7,75 por cento apurada pelo IGP-M em 2007 ficou bem acima da variação verificada em 2006, quando o índice subiu 3,83 por cento, e superou a mediana e a média de oito estimativas de analistas consultados pela Reuters, que esperavam um avanço de 7,5 por cento.