BID oferece US$500 mi para enfrentar altos custos do alimentos

terça-feira, 27 de maio de 2008 16:51 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) anunciou nesta terça-feira uma nova linha de crédito de 500 milhões de dólares para ajudar países da América Latina e Caribe a combater os efeitos da crise de alimentos global.

O BID disse que a atual crise de alimentos poderia levar novamente à condição de pobreza extrema milhões de pessoas na região.

Os governos poderão usar a linha, a ser aprovada pelo diretor-excutivo do BID no próximos dias, para reforçar programas de proteção social, como transferência de renda condicional para famílias pobres e financiar projetos que aumentem a produtividade rural, disse o banco comunicado.

"O risco que a região enfrenta é muito concreto", disse o presidente do BID, Luiz Alberto Moreno. "Se não fizermos nada, podemos perder o terreno ganho na luta contra a pobreza no últimos cinco anos", acrescentou.

O preço dos alimentos tem aumentado globalmente numa média de 68 por cento desde janeiro de 2006, afirmou o BID.

Um aumento sustentado de 30 por cento nos seis produtos de consumo básico, como farinha, milho, carne, soja, açúcar e arroz, significaria que pelo menos 26 milhões de pessoas na região cairiam novamente ao nível de pobreza extrema, estimou o banco.

(Reportagem de Adriana Garcia e Missy Ryan)