ATUALIZA-Petróleo atinge novo pico por desvalorização do dólar

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008 12:17 BRT
 

Por Santosh Menon

LONDRES, 27 de fevereiro (Reuters) - O petróleo avançou para um novo recorde, superando os 102 dólares o barril na quarta-feira e se aproximando do pico histórico reajustado com a inflação.

A desvalorização do dólar e os dados desfavoráveis à economia dos EUA impulsionaram diversas commodities e deram suporte ao petróleo.

O petróleo bruto negociado nos EUA CLc1 subia 11 centavos de dólar, para 100,99 dólares o barril por volta das 11h40 (horário de Brasília), pouco abaixo do recorde de 102,08 dólares o barril e do pico do petróleo em 1980 recalculado com incidência da inflação, de 102,53 dólares o barril.

O petróleo tipo Brent em Londres LCOc1 avançou 17 centavos, para 99,64 dólares o barril, após atingir recorde de 100,30 dólares o barril anteriormente.

O dólar registrou o menor preço histórico em comparação ao euro e à cesta das principais moedas, após dados dos EUA apontarem um prognóstico desfavorável para a economia norte-americana, ampliando o espectro de mais cortes nas taxas de juros.

A fraqueza no dólar pode provocar a compra de commodities diante da necessidade dos participantes do mercado de preservar o valor nominal dos investimentos em outras moedas.

O preço do petróleo avançou cerca de 66 por cento no ano passado no cálculo baseado no dólar, enquanto em termos de euro a commodity teve valorização de 47 por cento.

Analistas e investidores disseram que os EUA passariam por um forte crescimento na inflação após dados indicarem que os preços ao produtor cresceram 1 por cento em janeiro e 7,4 por cento numa base anual, representando o maior ganho em um período de 12 meses em mais de 26 anos.

"Nessas condições, as pessoas tendem a comprar ativos de verdade, como petróleo e ouro", disse Colin Morton, diretor de investimentos do Rensburg Fund Managers.

(Reportagem adicional de Luke Pachymuthu em Cingapura, e Jane Merriman em Londres)