SAIBA MAIS-Governo vende 19 linhas de transmissão com deságio

sexta-feira, 27 de junho de 2008 17:48 BRT
 

 RIO DE JANEIRO, 27 de junho (Reuters) - O governo
brasileiro vendeu nesta sexta-feira concessão para construção
de 19 linhas de transmissão de energia localizadas em 12
Estados brasileiros.
 Os investidores aceitaram na média obter uma receita 20,18
por cento menor em relação ao valor máximo estipulado pelo
governo. Os investimentos previstos são de 2,86 bilhões de
reais.
 Veja a seguir as linhas vendidas no leilão:


LOTE A: Municípios de Tucuruí, Anapu, Pacajá, Altamira e
Vitória do Xingu, todos no Pará.
EXTENSÃO: 527 km
RECEITA ADMITIDA: R$ 74,3 milhões
DESÁGIO: 24,59%
LOTE B: Municípios Almerim, Altamira e Monte Dourado, no Pará,
e Macapá, Laranjal do Jari, Mazagão e Vitória do Jarí, no
Amapá.
EXTENSÃO: 713 km
RECEITA ADMITIDA: R$71,88 milhões
DESÁGIO: 16,9%
LOTE C: Municípios de Manaus, Itacoatiara, Nhamundá, Urucará,
Rio Preto da Eva, Silves, São Sebastião do Uatumã, no Amazonas
e Terra Santa, Óbidos, Alenquer, Oriximiná, Curuá, Faro,
Prainha e Altamira, no Pará.
EXTENSÃO: 586 km
RECEITA ADMITIDA: R$101,607 milhões
DESÁGIO: 7%
LOTE D: municípios de Juína, Brasnorte, Sapezal, Nova Mutum,
Sorriso, Sinop, Tangará da Serra, Campo Novo dos Parecis, Lucas
do Rio Verde e Vera, em Mato Grosso.
EXTENSÃO: 775 km
RECEITA ADMITIDA: R$ 26,677 milhões
DESÁGIO: 27,5%
LOTE E: Municípios paulistas de Piratininga e São Paulo
EXTENSÃO: 1,5 km
RECEITA ADMITIDA: R$ 6,103 milhões
DESÁGIO: 32,85%

LOTE F: Municípios de Nova Santa Rita, Portão, São Leopoldo,
Novo Hamburgo, Montenegro, Capela de Santana e Sapucaia do Sul,
no Rio Grande do Sul.
EXTENSÃO: 23 km
RECEITA ADMITIDA: R$ 3,674 milhões
DESÁGIO: 0,39%

LOTE G: Municípios de Eunapolis, Porto Seguro, Itabela,
Itamaraju, Vereda e Teixeira de Freitas, todos na Bahia.
EXTENSÃO: 152 km
RECEITA ADMITIDA: R$ 2,980 milhões
DESÁGIO: 38,32%

LOTE H: Municípios de Mirassol, Guaimbé e Araras, em São Paulo
EXTENSÃO: sem estimativa
RECEITA ADMITIDA: R$ 10,321 milhões
DESÁGIO: 51,27%
LOTE I: Municípios de Curitiba, Araucária, Fazenda Rio Grande,
Guaratuba, São José dos Pinhais e Tijucas do Sul, no Paraná; e
Joinville, Capivari de Baixo, Cocal do Sul, Criciúma,
Forquilhinha, Nova Veneza, Gravatal, Morro da Fumaça, Pedras
Grandes, Siderópolis, Treze de Maio, Tubarão e Urussanga, em
Santa Catarina.
EXTENSÃO: 150 Km
RECEITA ADMITIDA: R$ 6,616 milhões
DESÁGIO: 0,5%
LOTE J: Municípios de Itaboraí  e Cachoeiras de Macacu, no Rio
de Janeiro
EXTENSÃO: sem estimativa
RECEITA ADMITIDA: R$ 4,970 milhões
DESÁGIO: 28,5%

LOTE K: Municípios paulistas de Atibaia e Bragança Paulista.
EXTENSÃO: sem estimativa
RECEITA ADMITIDA: R$ 2,622 milhões
DESÁGIO: 27,82%
LOTE L: Municípios Cachoeira Alta, Paranaiguara e São Simão, em
Goiás; e Santa Vitória, em Minas Gerais.
EXTENSÃO: 72 km
RECEITA ADMITIDA: R$ 4,541 milhões
DESÁGIO: 45%


 Fonte: Aneel


 (Reportagem de Denise Luna; Edição de Marcelo Teixeira)