Tempestade Gustav mata 22 no Caribe e vai para Golfo do México

quarta-feira, 27 de agosto de 2008 18:39 BRT
 

Por Joseph Guyler Delva

PORTO PRÍNCIPE, 27 de agosto (Reuters) - A tempestade tropical Gustav se afastou do Haiti e da República Dominicana na quarta-feira depois de matar 22 pessoas, e poderia se tornar um furacão perigoso nos campos de petróleo do Golfo do México.

Os preços do petróleo subiram com o surgimento de Gustav, que parece ser a primeira tempestade a ameaçar seriamente as instalações energéticas dos Estados Unidos no Golfo desde os furacões Rita e Katrina em 2005. A região do Golfo abriga um quarto da produção de petróleo dos EUA e 15 por cento da produção de gás natural.

Embora a tempestade possa atingir qualquer trecho do território norte-americano entre a Flórida e o Texas, seu destino mais provável é a cidade de New Orleans, que foi devastada pelo furacão Katrina em 2005.

De acordo com projeções, o Gustav deve atingir a Costa do Golfo norte-americana na segunda-feira, dois dias depois do terceiro aniversário do Katrina, que matou 1.500 pessoas e causou pelo menos 80 bilhões de dólares em prejuízos em diversos Estados.

O governador da Louisiana, Bobby Jindal, colocou os residentes de New Orlenas em alerta, dizendo que desocupações podem começar na sexta-feira. Companhias energéticas começaram a trazer para terra seus funcionários que estavam em plataformas de petróleo no mar.

A sétima tempestade de uma temporada surpreendentemente ativa de furacões no Atlântico ficou por um tempo perto do Haiti, país empobrecido de 9 milhões de pessoas, onde chuvas pesadas são responsáveis por deslizamentos de terra e quedas de árvores.

As chuvas torrenciais do Gustav provocaram inundações e deslizamentos que mataram pelo menos oito pessoas na República Dominicana e 14 no vizinho Haiti, segundo autoridades.

Entre os mortos no Haiti, pelo menos três foram vítimas de um deslizamento, uma mulher morreu tentando atravessar um rio e outra pessoa foi atingida por uma árvore, disseram autoridades.   Continuação...