Perdigão registra prejuízo de R$881,8 mi no 2o trimestre

segunda-feira, 28 de julho de 2008 18:48 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Perdigão, uma das maiores produtoras de alimentos do país, registrou prejuízo líquido de 881,8 milhões de reais no segundo trimestre do ano, ante lucro de 70,8 milhões de reais em igual período do ano passado, informou a companhia nesta segunda-feira.

A empresa disse que o número trimestral foi afetado pelas aquisições realizadas recentemente.

"Em maio, a Perdigão assumiu integralmente o ágio de 1,5 bilhão de reais (diferença entre o valor contábil e o valor de mercado), advindo das aquisições da Eleva, dos negócios de margarina e do controle da Batávia", informou a empresa em comunicado.

"Este reconhecimento proporcionou um efeito líquido negativo não recorrente, no trimestre, de 984,3 milhões de reais", acrescentou a empresa, que informou ter registrado um lucro líquido ajustado, antes do efeito da amortização do ágio, de 102,5 milhões de reais.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) no trimestre foi de 233,2 milhões de reais, 40,3 por cento maior que o registrado no segundo trimestre do ano passado.

"O incremento das operações da companhia em carnes e lácteos, aliado ao desempenho das vendas, garantiu um bom resultado operacional", informou o comunicado.

O faturamento total do grupo atingiu 3,25 bilhões de reais no segundo trimestre, 81 por cento maior que em igual período do ano passado, efeito de vendas maiores e da consolidação das aquisições.

Segundo a empresa, as exportações cresceram 64 por cento em receita, para 1,26 bilhão de reais, apesar da atual taxa de câmbio.

"O crescimento da demanda internacional por proteína animal (aves e suínos) do Brasil sustentou o desempenho positivo no mercado externo, mesmo diante da contínua apreciação do real em relação ao dólar e do aumento do preço das principais commodities verificado no trimestre", acrescentou a nota.

(Reportagem de Marcelo Teixeira)