Desemprego na Alemanha atinge em agosto menor patamar em 16 anos

quinta-feira, 28 de agosto de 2008 07:51 BRT
 

Por Joerg Voelkerling

NUREMBERG, Alemanha (Reuters) - A taxa de desemprego da Alemanha caiu para o menor patamar em 16 anos em agosto, mostrando que o maior mercado de trabalho da Europa está se sustentando bem frente às preocupações crescentes sobre a desaceleração econômica.

O número de desempregados no país caiu em 40 mil no mês, de acordo com dados com ajuste sazonal, superando o concenso de previsões de uma queda de 10 mil, mostraram dados da agência federal de trabalho nesta quinta-feira.

"Até então, o mercado de trabalho permanece inalterado pelo enfraquecimento econômico", disse o chefe-adjunto da agência de trabalho, Heinrich Alt, sobre a trigésima queda mensal consecutiva do desemprego. "A tendência positiva do mercado de trabalho está continuando".

A queda fez com que a taxa de desemprego ajustada ficasse em 7,6 por cento, menor patamar desde maio de 1992, de acordo com dados do Bundesbank.

No entanto, acompanhando a contração do Produto Interno Bruto (PIB) da Alemanha no segundo trimestre e uma queda acentuada na confiança do empresariado, economistas disseram que é apenas uma questão de tempo para a situação no mercado de trabalho começar a deteriorar.

"No máximo até o inverno (no Hemisfério Norte), o mercado de trabalho está determinado a reagir à situação econômica mais fraca. Nós não vamos cair abaixo de 3 milhões de desempregados", disse Eckart Tuchtfeld do Commerzbank.

A taxa total de desemprego, sem ajuste sazonal, caiu para 3,196 milhões em agosto, em linha com a taxa ajustada de 3,2 milhões.