Wal-Mart se concentrará nos mercados emergentes

terça-feira, 28 de outubro de 2008 14:22 BRST
 

Por Nicole Maestri

NOVA YORK, 28 de outubro (Reuters) - O Wal-Mart (WMT.N: Cotações) irá se concentrar na expansão de seus negócios internacionais colocando mais capital nos mercados emergentes e projetos de remodelamento de suas lojas, afirmou a maior varejista do mundo nesta terça-feira.

O anúncio veio um dia após o Wall-Mart afirmar que irá freiar a inauguração de novas lojas nos Estados Unidos e se concentrar no remodelamento dos espaços existentes para elevar as vendas.

Nos últimos cinco anos, o Wal-Mart afirmou que alocou 67 por cento de seu capital em sua divisão internacional para mercados consolidados, como Canadá e Japão.

Mas para os próximos cinco anos, a empresas alocará 47 por cento de seu capital em mercados consolidados e 53 por cento aos mercados emergentes, como México, China e Brasil.

A varejista espera manter os gastos para novas lojas neste ano e o próximo, mas terá que investir em esforços de remodelamento.

"Nós estamos construindo lojas menores e nós estamos construindo lojas que necessitam menos de capital para entrar no mercado", disse Mike Duke, vice-chairman internacional do Wal-Mart. Ele estava falando em um encontro com analistas do Wal-Mart transmitido na Internet.

O Wal-Mart espera que os gastos totais em capital internacional para o atual ano fiscal, que termina no início de 2009, fiquem entre 4,5 e 4,8 bilhões de dólares, e 4,8 e 5,3 bilhões de dólares no próximo ano. No último ano, os gastos internacionais foram de 4,6 bilhões de dólares.

Com o Wal-Mart atingindo o ponto de saturação em muitos mercados norte-americanos, o varejista destacou os negócios internacionais como motor de crescimento.   Continuação...