Petróleo fecha em alta com problemas na Nigéria e Inglaterra

segunda-feira, 28 de abril de 2008 17:24 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo fecharam em alta nesta segunda-feira em uma sessão volátil, atingindo um novo recorde perto de 120 dólares por problemas de oferta na Nigéria e pela greve de uma refinaria na Escócia.

"Neste estágio, é difícil achar qualquer argumento para uma queda, com a oferta de petróleo de boa qualidade que nós precisamos para a temporada de altos gastos de gasolina se apertando", disse Nauman Barakat, vice-presidente sênior da Macquarie Futures USA.

Na Nymex, o contrato junho subiu 0,23 dólar, ou 0,19 por cento, a 118,75 dólares por barril, sendo negociado entre 118,16 e o novo recorde 119,93 dólares, superando o alta de terça-feira, de 119,90 dólares.

Em Londres, o petróleo tipo Brent avançou 0,40 dólar para fechar a 116,74 dólares por barril, sendo negociado entre 116,07 e 117,51 dólares.

A produção de petróleo nigeriana foi cortada pela metade nesta segunda-feira por trabalhadores em greve na Exxon Mobil e recentes ataques de rebeldes nas operações da Royal Dutch Shell .

A Exxon disse que cortou toda a sua produção na Nigeria, cerca de 800 mil barris por dia, devido a uma greve que já dura 5 dias.

A refinaria escocesa de Grangemouth irá reabrir na terça-feira após uma greve de dois dias, permitindo que o trabalho recomece nas produções do Mar do Norte.

(Reportagem de Robert Gibbons)