Consumo de energia no Brasil sobe 6,1% em julho, segundo EPE

quinta-feira, 28 de agosto de 2008 14:59 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O consumo de energia no Brasil subiu 6,1 por cento em julho contra igual mês do ano passado, para 32.509 gigawatts-hora, o segundo maior do ano, informou a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) na quinta-feira.

Segundo a EPE, as classes residencial e comercial foram o destaque, registrando as maiores expansões, de 8,4 por cento e 7,2 por cento, respectivamente, o que confirma a retomada do nível de crescimento ocorrida no mês anterior.

"Os resultados do consumo de energia elétrica seguem impulsionados pela evolução da atividade econômica", afirmou a EPE em nota, lembrando que a produção industrial em julho acumulou crescimento de 6,3 por cento e as vendas do comércio cresceram 10,6 por cento, segundo o IBGE.

O consumo de energia pela indústria, segundo a EPE, subiu 5,3 por cento em julho, contra o consumo de um ano antes, puxado principalmente pela região Centro-Oeste, onde o uso da energia cresceu 10,4 por cento.

"Vale ressaltar que uma grande indústria mineradora do estado de Goiás apresentou um consumo baixo em julho de 2007, o que fez com que o crescimento relativamente a julho deste ano fosse artificialmente elevado", informou a EPE.

A região Sudeste registrou aumento de 7,3 por cento no consumo de energia em julho, puxado principalmente por Minas Gerais e Espírito Santo, com altas em torno de 8 por cento.

No Nordeste, o crescimento do consumo das indústrias foi de apenas 1,6 por cento em julho, refletindo a queda no consumo de uma indústria do ramo químico na Bahia, que realizou uma parada de nove dias para manutenção, informou a EPE sem citar o nome da empresa.

(Reportagem de Denise Luna)