Citigroup e Wells Fargo estudam compra do Wachovia, diz NY Times

domingo, 28 de setembro de 2008 19:25 BRT
 

NOVA YORK, 28 de setembro (Reuters) - Citigroup (C.N: Cotações) e Wells Fargo (WFC.N: Cotações) estão participando neste domingo de reuniões para uma eventual compra emergencial do Wachovia Corp WB.N, disse o New York Times citando fontes familiares aos envolvidos.

O governo dos Estados Unidos, encabeçado pelo Federal Reserve e pelo Departamento do Tesouro, também estão envolvidos nas conversações, segundo o jornal. O governo está resistindo em garantir alguns ativos do Wachovia, como fez pelo Bear Stearns quando orquestrou sua venda para o JPMorgan Chase (JPM.N: Cotações).

O governo também se opõe em assumir o Wachovia a menos que sua posição financeira se deteriore muito rapidamente.

Nenhum dos bancos retornou pedidos para comentar a notícia. As conversações podem varar a noite, disse o jornal.

Nem Citigroup nem Wells Fargo devem oferecer mais que alguns dólares por ação do Wachovia, que encerraram a sexta-feira valendo 10 dólares, acrescentou o jornal.

Não estava claro se o Wachovia seria vendido em partes ou na totalidade, disse.

(Por Jonathan Stempel)