Banco estrangeiro ou governos do Benelux vão comprar Fortis

domingo, 28 de setembro de 2008 15:30 BRT
 

LUXEMBURGO/BRUXELAS, 28 de setembro (Reuters) - O ministro do Tesouro e Orçamento de Luxemburgo, Luc Frieden, disse neste domingo à emissora de televisão local RTL que ou o Fortis será vendido a um banco estrangeiro ou os governos da Bélgica, da Holanda e de Luxemburgo vão comprar cada um uma participação no banco ou uma entidade dele.

Em outro documento, cuja cópia foi obtida pela Reuters, levado pelo presidente-executivo do Fortis, Filip Dierckx, a uma reunião de gabinete, eram listadas alternativas para a instituição, incluindo a venda de uma participação no ABN AMRO.

O documento ainda informava que o presidente do Fortis, Maurice Lippens, deve renunciar.

Um ministro belga disse que todos os elementos para a solução dos problemas do banco estão na mesa e que o primeiro-ministro emitirá um comunicado em breve.

(Reportagem de Michele Sinner, Yves Herman e Antonia Van De Velde)