Paulson descarta fim próximo para a crise

domingo, 28 de setembro de 2008 20:10 BRT
 

WASHINGTON, 28 de setembro (Reuters) - Não há em vista um fim próximo para a turbulêncua dos mercados financeiros que atingiu os Estados Unidos e o restante do mundo, disse o secretário do Tesouro norte-americano, Henry Paulson, em entrevista transmitida no domingo.

Na entrevista gravada para o programa "60 Minutes" da CBS, Paulson disse que a melhor esperança para a estabilização dos mercados recai sobre o pacote de ajuda de 700 bilhões de dólares que está tramitando no Congresso. Ele preferiu não especular sobre o que aconteceria se o pacote não for aprovado.

"Vamos fazer isso funcionar e faremos o que for necessário para funcionar", afirmou ele.

"Teremos turbulência no nosso sistema financeiro por algum tempo, mas eu acredito que vai funcionar."

(Por Glenn Somerville)