CÂMBIO-Dólar segue melhora dos mercados e cai quase 3%

terça-feira, 28 de outubro de 2008 10:44 BRST
 

SÃO PAULO, 28 de outubro (Reuters) - O dólar operava em queda nesta terça-feira, seguindo a sinalização de uma melhora no humor dos mercados acionários globais.

Às 10h39, a divisa norte-americana BRBY era cotada a 2,189 reais para venda, em queda de 2,93 por cento.

"Hoje está seguindo o cenário positivo lá fora... Fora isso, aqui dentro o governo, através das suas intervenções, ajudou a acalmar um pouco os ânimos", avaliou Daniel Szikszay, gerente de câmbio do banco Schahin.

Um dia após fechar no menor patamar dos últimos 26 anos, a bolsa de valores do Japão seguiu a recuperação asiática e subiu mais de 6 por cento, enquanto na Europa, o avanço superava 3 por cento. Os índices futuros no Brasil e nos Estados Unidos também apontavam para abertura positiva.

Nesta terça-feira, o dólar estendia a tendência de baixa apresentada na véspera, que contou com mais uma leva de leilões do Banco Central. Szikszay considerou que, dessa forma, o mercado sustenta "um sentimento de que o BC está bem atento aos movimentos e está pronto para intervir".

A autoridade monetária dá continuidade ao movimento de intervenções nesta sessão e oferta cerca de 1,2 bilhão de dólares em mais um leilão de swap cambial tradicional. As propostas serão acolhidas entre 12h45 e 13h e o resultado será divulgado a partir das 13h15.

O gerente de câmbio ressaltou, entretanto, que as preocupações globais em torno da recessão permanecem e que levará tempo para a economia se normalizar. "O BC vem nesse momento ajudando pra que (a situação) não seja pior".

Reforçando as expectativas de mais uma rodada mundial de cortes de juro, o Banco da Inglaterra divulgou nesta terça-feira projeção de que o sistema financeiro global pode perder 2,8 trilhões de dólares com a crise de crédito. o BC britânico decide a nova meta do juro básico do país na próxima semana.

(Reportagem de Jenifer Corrêa; Edição de Renato Andrade)