Brasileiros batem recorde de gastos com viagens internacionais

segunda-feira, 28 de julho de 2008 16:55 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - Impulsionados pelo real valorizado e pelo crescimento da renda, os gastos de brasileiros com viagens internacionais somaram 1 bilhão de dólares em junho, maior valor mensal da série histórica do Banco Central, mostraram dados divulgados nesta segunda-feira.

O valor, que representou um crescimento de 51 por cento em relação às despesas realizadas pelos turistas brasileiros em junho do ano passado, já foi superado em julho, mês de férias escolares no Brasil. Até o dia 28, os gastos com viagens somaram 1,104 bilhão de dados, segundo dados parciais divulgados pelo BC.

No primeiro semestre, essas despesas cresceram 58 por cento frente a 2007 e totalizam 5,534 bilhões de dólares, também recorde para a série, que teve início em 1947.

A disparada dos gastos tem sido parcialmente compensada por um crescimento das despesas de turistas estrangeiros em viagem ao país. No primeiro semestre, essas receitas também bateram recorde, tendo somado 2,899 bilhões de dólares.

Ainda assim, o déficit da conta "viagens" das transações correntes brasileira no semestre foi de 2,635 bilhões de dólares, valor recorde, o que contribuiu para que o país registrasse um resultado negativo também recorde em suas contas externas de 17,4 bilhões de dólares no período.

"Esse déficit deve continuar crescento nos próximos meses", afirmou a jornalistas o chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Altamir Lopes, acrescentando que as despesas com viagens seguirão crescendo em ritmo mais forte do que as receitas no curto prazo.

Ele ponderou, contudo, que, no médio prazo, a tendência é de acomodação dos dados, com uma esperada aceleração dos gastos de estrangeiros.

(Reportagem de Isabel Versiani; Edição de Renato Andrade)