Produção de biocombustível no Brasil afeta venda de óleo de soja

terça-feira, 28 de outubro de 2008 11:50 BRST
 

HAMBURGO, 28 de outubro (Reuters) - O rápido aumento na produção brasileira de biodiesel deve provavelmente reduzir as exportações de óleo de soja do país, bem como elevar as importações de óleo de palma, afirmou nesta terça-feira a consultoria Oil World.

A produção de biodiesel do Brasil cresceu mais rápido do que o esperado desde julho, principalmente por conta da decisão do país de elevar o nível obrigatório de mistura de biocombustível para 3 por cento do diesel fóssil vendido, completou a consultoria.

"A produção de biodiesel mais do que triplicou em relação ao ano passado, para 580 mil toneladas em janeiro/agosto de 2008, e deve atingir de 950 mil a 980 mil toneladas em 2008, contra 353 mil toneladas em 2007", declarou a Oil World.

A consultoria observou que o Brasil está considerando uma mistura compulsória de 4 por cento de biodiesel em diesel fóssil em 2009.

"O óleo de soja é de longe o maior insumo da produção de biodiesel no Brasil", afirmou. "O rápido aumento na produção de biodiesel elevou ainda mais o consumo doméstico de óleo de soja e vai reduzir as exportações brasileiras do produto (óleo de soja) em outubro/dezembro de 2008, assim como em 2009".

"O óleo de palma é o segundo insumo mais importante para a produção de biodiesel no Brasil. A demanda expansível vai resultar em um crescimento positivo das importações brasileiras de óleo de palma em outubro/setembro de 2008 e 2009", adiantou a Oil World.

(Por Michael Hogan)