Continental cancela negociações com United Airlines--fonte

segunda-feira, 28 de abril de 2008 10:39 BRT
 

Por Jui Chakravorty Das

NOVA YORK (Reuters) - A Continental Airlines cancelou negociações com a United Airlines por causa da posição financeira fraca da United e sensação de que uma fusão poderia arriscar sua própria saúde financeira, informou uma fonte próxima do assunto no domingo.

A fonte também afirmou que a Continental está em "negociações avançadas" com a British Airways e com a American Airlines sobre uma potencial aliança, com planos de busca de imunidade contra regras de defesa da concorrência.

A American não retornou imediatamente a ligação para comentar o assunto e a Continental não estava disponível para falar. O presidente-executivo da United, Glenn Tilton, que tem sido um proponente da consolidação, informou que a estratégia da companhia é consistente.

"A consolidação está acontecendo, assegurar que você tem o parceiro correto é tudo", afirmou o executivo em comunicado. "Vamos buscar todas as opções para assegurar um forte e sustentável futuro para nossa companhia aérea."

Fontes informaram à Reuters mais cedo neste mês que a United também estava envolvida em negociações com a US Airways .

A decisão da Continental acontece depois que a Delta Air Lines e a Northwest Airlines informaram há quase duas semanas que planejam se fundir e se tornar a maior companhia aérea do mundo, buscando combater o efeito da alta acentuada nos custos com combustíveis, fraqueza da economia e crescimento da competição com rivais européias.

A Continental informou no domingo, em carta a seus funcionários, que optou por não se fundir com qualquer outra companhia aérea neste momento, mas continuar a considerar alianças com outras empresas.

A decisão da companhia foi divulgada dias depois que as ações da United caíram mais de 40 por cento em único dia quando divulgou prejuízo de 537 milhões de dólares no primeiro trimestre.