Brasil tem déficit externo de US$2,6 bi em junho

segunda-feira, 28 de julho de 2008 10:56 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O Brasil registrou em junho um déficit em transações correntes de 2,596 bilhões de dólares, ante superávit de 539 milhões de dólares no mesmo período do ano passado, informou o Banco Central nesta segunda-feira.

O déficit no mês ficou bem acima do 1,2 bilhão de dólares estimado pelo Banco Central e também superou as projeções de analistas consultados pela Reuters, que esperavam um déficit de 1,1 bilhão de dólares, de acordo com a mediana das estimativas de 13 analistas.

Contribuíram para o resultado remessas líquidas de lucros e dividendos feitas pelas empresas no valor de 3,396 bilhões de dólares. A balança comercial registrou um superávit de 2,718 bilhões de dólares.

No primeiro semestre, as transações correntes acumularam déficit de 17,4 bilhões de dólares, frente a um superávit de 2,413 bilhões de dólares no mesmo período de 2007.

O Banco Central projeta que o país fechará o ano com um déficit de 21 bilhões de dólares em suas contas externas.

Em 12 meses até junho, o déficit em transações correntes correspondeu a 1,32 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), ante déficit de 1,10 por cento do PIB em 12 meses até maio.

Os investimentos estrangeiros diretos no país somaram 2,718 bilhões de dólares no mês passado, ante 10,318 bilhões de dólares em junho de 2007. No ano, os investimentos estrangeiros somam 16,702 bilhões de dólares.

(Por Isabel Versiani)