BOLSA EUROPA-Índices operam sem rumo comum, bancos sobem

quarta-feira, 28 de novembro de 2007 08:20 BRST
 

Por Anshuman Daga

LONDRES, 28 de novembro (Reuters) - As bolsas de valores da Europa operavam sem sentido comum nesta quarta-feira. Ações de bancos avançavam e de mineradoras registravam declínios, enquanto resultados de empresas vieram em sua maioria acima das expectativas dos investidores.

Bancos incluindo Barclays (BARC.L: Cotações), Deutsche Bank (DBKGn.DE: Cotações) e Société Générale (SOGN.PA: Cotações) subiam mais de 1 por cento, inspirados por ganhos em Wall Street na véspera. As ações do UBS UBSN.VX, enquanto isso, avançavam quase 4 por cento com rumores do mercado sobre aumento de participação de bancos chineses na instituição.

A compra de fatia no Citigroup (C.N: Cotações) pela Autoridade de Investimento de Abu Dhabi, anunciada na terça-feira, serve de estímulo para especulações de que investidores do Golfo Pérsico ou da Ásia podem ter interessse em mais bancos europeus que podem estar enfrentando problemas com a crise das hipotecas de alto risco.

Às 8h11 (horário de Brasília), o índice FTSEurofirst 300 .FTEU3 exibia alta de 0,26 por cento, a 1.466 pontos, depois de cair quase 1 por cento nas últimas duas sessões. O indicador chegou a subir cerca de 0,6 por cento mais cedo, nesta quarta-feira.

No mês, o índice caiu 8 por cento, o que pode marcar a pior queda mensal desde dezembro de 2002. No ano, o FTSEurofirst 300 acumula baixa de 1 por cento, ante ganho de 12 por cento no mesmo período de 2006.

"Estamos em níveis técnicos muito importantes dos mercados, principalmente para os índices norte-americanos", disse Thierry Lacraz, estrategista europeu na Pictet & Cie.

"O que estamos esperando é por notícias mais fundamentais vindas do setor bancário ou da economia dos EUA e estamos aguardando para ver se a crise bancária está piorando e se estamos diante de mais novidades negativas relacionadas à economia", acrescentou.

  Continuação...