Papéis de financeiras derrubam mercados na Europa

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008 15:36 BRT
 

Por Peter Starck

FRANKFURT (Reuters) - O mercado europeu encerrou a quinta-feira em queda, derrubada por ações do setor financeiro em meio aos receios acumulados sobre uma recessão nos Estados Unidos, com o chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, afirmando que pequenos bancos norte-americanos expostos ao setor imobiliário podem falir.

O índice FTSEurofirst 300, que engloba os principais papéis do continente, caiu 1,8 por cento, a 1.333 pontos, acumulando baixa de 11,5 por cento no ano.

As ações do banco UBS, o mais afetado pela crise das hipotecas de risco (subprime), caiu 4,9 por cento depois que o Morgan Stanley alertou que a deterioração do mercado de crédito pode forçar o banco suíço a registrar ainda mais baixas contábeis.

O BNP Paribas caiu 4 por cento. Fontes próximas à questão afirmaram que executivos do maior banco francês listado sondaram o governo várias semanas atrás sobre uma possível aquisição do concorrente Société Générale.

"As ações européias estão vulneráveis a um desaquecimento nos Estados Unidos se alastrando para a Europa, exacerbada pela alta do euro, e numa base cambial ajustada, os papéis do continente não parecem tão atraentes", afirmou Andrew Bell, estrategista da Rensburg Sheppards Investment Management. O dólar atingiu seu pior patamar ante o euro.

As ações do Royal Bank of Scotland caíram quase 2 por cento mesmo com o banco britânico divulgando lucros em linha com as expectativas e elevando seus dividendos.

"Essa confiança baixa é um sintoma do setor bancário como um todo neste momento -- alimentado por temores sobre o que ainda pode vir do subprime, um panorama cada vez pior sobre a economia dos EUA e a incerteza para os negócios hipotecários e imobiliários no Reino Unido", afirmou o IG Index em comentário do mercado.

Entre os ganhadores, a InBev subiu quase 10 por cento depois de apresentar resultados acima do esperado e aumentar seus dividendos, o que fez dela o papel mais valorizado na Europa no dia.   Continuação...