PANORAMA-Esperança de corte do juro nos EUA anima mercados

quarta-feira, 28 de novembro de 2007 19:12 BRST
 

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 28 de novembro (Reuters) - A esperança de que o juro norte-americano será reduzido, após comentários do vice-chairman do Federal Reserve, sustentou forte alta nas bolsas de valores nesta quarta-feira.

Em evento em Nova York, Donald Kohn defendeu uma política monetária mais flexível e disse que na próxima reunião, em dezembro, o Fed deve levar em conta a piora recente nos mercados financeiro e de crédito.

"As incertezas sobre a perspectiva econômica estão atipicamente altas neste momento", disse o vice-chairman. "Essas incertezas exigem uma política flexível e pragmática --ágil é o adjetivo que eu usei há algumas semanas."

A próxima decisão do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc) do Fed está agendada para 11 de dezembro.

Em uma sessão com menor aversão ao risco, o discurso foi bem recebido pelos investidores. As bolsas em Nova York dispararam cerca de 3 por cento e o dólar experimentou uma recuperação ante o euro e o iene.

A expectativa de juro menor foi amparada também por dados fracos sobre a economia norte-americana. As encomendas de bens duráveis caíram em outubro pelo terceiro mês seguido, e o Livro Bege do Fed apontou que o crescimento diminuiu em outubro e no início de novembro.

O vento favorável impulsionou a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). O dólar interrompeu caiu abaixo de 1,80 real, também influenciado pela oferta pública inicial de ações (IPO) da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), que atrai investidores estrangeiros.

Nesta quinta-feira, o mercado acompanha dados sobre o Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos no terceiro trimestre, entre outros indicadores. No Brasil, os destaque são o IGP-M de novembro e o resultado fiscal do setor público em outubro.   Continuação...