Bush renova promessa de ajudar Israel em caso de ataque do Irã

quarta-feira, 28 de novembro de 2007 23:16 BRST
 

WASHINGTON (Reuters) - O presidente norte-americano, George W. Bush, reiterou na quarta-feira sua promessa de que os Estados Unidos defenderão Israel no caso de um ataque do Irã, país cujo presidente já pediu que o Estado judeu seja varrido do mapa.

"Deixei claro que...vamos apoiar nosso aliado Israel se for atacado pelo Irã", disse Bush em entrevista à CNN, transmitida em meio a uma cúpula sobre o Oriente Médio que tem o objetivo de retomar o processo de paz entre Israel e os palestinos. "Espero que isso não aconteça", acrescentou.

Ainda assim, Bush disse levar a sério as várias declarações do presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, sobre Israel. Ahmadinejad questionou se o genocídio de judeus praticado pelos nazistas realmente aconteceu, um dos vários comentários do presidente iraniano que atraiu críticas internacionais.

Os Estados Unidos e outras potências ocidentais acusaram o Irã de fabricar armas nucleares sob o disfarce de um programa de energia atômica, o que Teerã nega. Os Estados Unidos também acusam o Irã de ajudar rebeldes no vizinho Iraque.

A principal autoridade iraniana, o líder supremo Aiatolá Ali Khamenei, denunciou as conversas de paz para o Oriente Médio e disse que elas estão "condenadas ao fracasso". O Irã não foi convidado para o encontro, mas vários países árabes participam da conferência de três dias.

(Por Jeremy Pelofsky)