PANORAMA1-Março começa com decisão do Copom e mais balanços

segunda-feira, 3 de março de 2008 08:16 BRT
 

 SÃO PAULO, 3 de março (Reuters) - A decisão do Comitê de
Política Monetária (Copom) marca a primeira semana de março.
Embora a expectativa geral seja de manutenção do juro básico
brasileiro em 11,25 por cento ao ano, investidores aguardam
algum comentário sobre o abrandamento da inflação.
 Na ata da reunião de janeiro, o colegiado do Banco Central
adotou um tom duro em relação aos preços e deixou aberta a
porta para aumentos da Selic.
 Mas desde então os índices de inflação domésticos vêm
desacelerando.
 Já nos Estados Unidos, a pressão inflacionária não se
dissipou, deixando mais difícil o trabalho do Federal Reserve.
Os indicadores mais importantes da semana sobre a economia
norte-americana são o Livro Bege do Fed, na quarta-feira, e o
desempenho do mercado de trabalho, na sexta-feira.


 EMPRESAS
 A semana começa com a divulgação do resultado da Companhia
Energética de São Paulo (Cesp) (CESP6.SA: Cotações), depois do fechamento
da Bovespa na segunda-feira. A empresa será leiloada pelo
governo no Estado no próximo dia 26, com preço mínimo de 6,6
bilhões de reais.


 Veja como encerraram os principais ativos na sexta-feira:


 CÂMBIO BRBY
 O dólar terminou a 1,692 real, em alta de 1,32 por cento. O
volume do segmento interbancário foi de 3,021 bilhões de
dólares. No mês, a queda acumulada foi de 3,86 por cento.
 BOLSA .BVSP
 O Ibovespa encerrou em queda de 3,15 por cento, a 63.489
pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 6,5 bilhões de
reais. No mês, porém, o índice acumulou uma queda de 6,7 por
cento.
 ADRs BRASILEIROS .BR20
 O índice de principais ADRs brasileiros fechou em queda de
4,60 por cento, aos 38.087 pontos.
 JUROS <0#2DIJ:>
 A maioria dos contratos de depósito interfinanceiro (DI)
fechou em alta na BM&F. O DI janeiro de 2009, porém, caiu
levemente a 11,76 por cento. Já o DI janeiro de 2010 subiu a
12,44 por cento.
 GLOBAL 40 BRAGLB40=RR
 O título de referência dos mercados emergentes, o Global
40, subiu para 134,500 por cento do valor de face no final da
tarde, oferecendo rendimento de 5,34 por cento ao ano.
 RISCO-PAÍS 11EMJ
 No final da tarde, o risco Brasil subia a 264
pontos-básicos. O EMBI+ estava em 290 pontos-básicos.
 BOLSAS DOS EUA
 O índice Dow Jones .DJI caiu 2,51 por cento, a 12.266
pontos. O Nasdaq .IXIC recuou 2,58 por cento, para 2.271
pontos. O índice S&P 500 .SPX teve desvalorização de 2,71 por
cento, aos 1.330 pontos.
 No mês, o Dow acumulou queda de 3 por cento, o S&P cedeu
3,5 por cento e o Nasdaq perdeu 5 por cento.
 TREASURIES DE 10 ANOS US10YT=RR
 O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos,
referência do mercado, subiu e o rendimento caiu para 3,53 por
cento no início da noite.
 (PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de
notícias da Reuters pelo código PAN/SA)


 (Por Daniela Machado, edição de Cláudia Pires)