Confiança da indústria cresce e indica 1o tri ainda aquecido

sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008 08:20 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A confiança da indústria aumentou 1,2 por cento entre janeiro e fevereiro e 4,1 por cento na comparação com o ano passado, mostrou uma sondagem da Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta sexta-feira.

"O resultado geral da pesquisa mostra que a indústria continua aquecida no primeiro trimestre de 2008, mas num ritmo menos intenso do que o do segundo semestre de 2007", comentou a FGV em relatório.

"As expectativas para os próximos meses continuam favoráveis, sinalizando continuidade do crescimento no trimestre fevereiro-abril e sustentação do otimismo com a situação dos negócios no horizonte de seis meses."

A pesquisa indicou ainda que a parcela de empresas que afirma estar com estoques insuficientes permaneceu estável (9 por cento do total). Já a parcela que se diz com estoques excessivos aumentou de 6 para 9 por cento --maior percentual desde outubro de 2006.

As previsões para contratação de mão-de-obra também "continuam favoráveis", sendo que 28 por cento das empresas prevêem aumento do contingente empregado nos próximos três meses e 17 por cento estimam redução.

Foram consultadas 1.042 empresas entre os dias 1o e 26 deste mês.

(Por Daniela Machado)