Lucro da Swiss Re cai menos que o esperado em 2007

sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008 08:29 BRT
 

Por Douwe Miedema e Simon Challis

ZURIQUE/LONDRES (Reuters) - A Swiss Re, maior resseguradora do mundo, divulgou uma queda de 9 por cento no lucro líquido de 2007, redução menor que o esperado, e divulgou pequenas baixas contábeis relacionadas a créditos de alto risco.

O lucro líquido da companhia somou 4,2 bilhões de francos, pouco acima da média de previsões de 4 bilhões francos obtida junto a 15 analistas consultados pela Reuters.

O grupo também divulgou que elevou a meta de retorno sobre patrimônio líquido de 13 para 14 por cento, enquanto mantém objetivo de crescimento de 10 por cento no lucro por ação.

Os anúncios da empresa fizeram as ações subirem mais de 5 por cento antes de perderem força, exibindo valorização de 4 por cento às 7h40 (horário de Brasília). As ações do grupo caíram 18 por cento desde novembro, quando a empresa assustou o mercado ao divulgar uma baixa contábil de 1,2 bilhão de francos suíços (1,1 bilhão de dólares).

As resseguradoras tiveram lucros elevados em 2007, apoiadas por uma combinação de preços elevados e menores pedidos de reparações de prejuízos gerados por furacões. A rival Munich Re teve um lucro líquido de 3,94 bilhões de euros (5,95 bilhões de dólares).

Desde que a Swiss Re assustou investidores com a baixa contábil anterior, tornando-se a primeira vítima importante no setor da crise de crédito, o mercado especulava se mais anúncios semelhantes surgiriam.

A companhia, entretanto, divulgou que estima novas perdas de 240 milhões de francos (225,8 milhões de dólares) com investimentos em títulos do mercado de crédito, e que está tranquila em relação à sua exposição.

(Por Douwe Miedema)