Inflação no Japão é a maior em uma década

sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008 07:47 BRT
 

Por Tetsushi Kajimoto e Leika Kihara

TÓQUIO, 29 de fevereiro (Reuters) - A inflação anual do Japão chegou ao maior nível em uma década, a 0,8 por cento, em janeiro. Mas como outros dados ainda apontam uma desaceleração econômica, a expectativa é de que o Banco do Japão ainda corte o juro este ano.

O aumento anual do núcleo dos preços ao consumidor, que exclui frutas frescas, vegetais e frutos do mar mas leva em conta os custos de energia, atingiu a máxima em uma década, embora o mercado esperasse uma alta ainda mais forte.

"A inflação não está acelerando muito, com os aumentos de preços até agora limitados em grande parte a itens relacionados a energia e alguns alimentos", afirmou Yoshimasa Maruyama, economista do BNP Paribas.

"A tendência será similar em todos os países desenvolvidos. A inflação está alta no momento, mas vai desacelerar no futuro."

Ironicamente, o banco central japonês tem buscado a volta da inflação após anos combatendo a deflação.

Mas a frágil condição dos mercados globais e da economia significa que o BC não está em posição de aumentar o juro.