PANORAMA-Bovespa retoma 62 mil pontos, mas juros incomodam dólar

quinta-feira, 29 de novembro de 2007 19:05 BRST
 

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 29 de novembro (Reuters) - A instabilidade dos juros futuros ganhou força nesta quinta-feira e a alta de cerca de 1 por cento dos contratos de depósito interfinanceiro (DI) mais negociados chegou a contaminar o mercado de câmbio. Já para o Ibovespa o dia foi de ganhos e recuperação dos 62 mil pontos.

Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), a alta dos juros foi patrocinada pela procura de hedge dos investidores que compraram LTN e a preocupação com o trâmite da Contribuição Provisória Sobre Movimentação Financeira (CPMF) no Congresso, entre outros motivos citados por operadores.

Pesou também o menor apetite de estrangeiros pelos contratos de DI. Esses agentes, que contribuem com boa parte da liquidez do mercado, rarearam após vários dias de desmonte de posições no mercado futuro de câmbio.

"Não tem mais aquele fluxo de entrada no DI. As tesourarias não têm um horizonte para vender (os contratos)", afirmou Renato Schoemberger, operador da Alpes Corretora.

A instabilidade pressionou o dólar no final da sessão. A moeda norte-americana, após passar boa parte do dia em queda, fechou estável --influenciada também por uma desaceleração das bolsas norte-americanas no final da tarde.

Veja como encerraram os principais mercados nesta quinta-feira:

CÂMBIO BRBY   Continuação...