Salário mínimo vai a R$415 com ganho acima da inflação

sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008 19:51 BRT
 

Por Carmen Munari

SÃO PAULO (Reuters) - O salário mínimo passa a valer neste sábado 415 reais, 9,2 por cento acima dos 380 reais vigentes até agora, informou o Ministério do Planejamento.

O cálculo do reajuste corresponde à inflação (INPC) acumulada de abril do ano passado a fevereiro e mais 3,7 por cento referentes ao crescimento da economia.

Até agora, o governo trabalhava com um valor 412,40 reais, mas com INPC estimado. Na noite de sexta-feira a pasta informou o valor definitivo, que vai constar de medida provisória a ser publicada em edição extra do Diário Oficial da União.

O novo valor injetará na economia um volume extra de 21 bilhões de reais durante um ano, o que deve auxiliar no crescimento do mercado interno, de acordo com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos).

Está em prática uma política de reajuste para o salário mínimo acertada em dezembro de 2006 entre governo e sindicalistas, que valerá até 2010, último ano do governo Lula. Pelo acerto, o reajuste é calculado com base no INPC dos 12 meses anteriores e no crescimento do PIB de dois anos antes.

"A novidade é que desde 2004 temos uma política de aumento real e que nos próximos anos já está definida uma metodologia, antes era preciso negociar ano a ano", disse Clemente Ganz Lúcio, diretor técnico do Dieese, órgão de assessoramento dos sindicatos.

Ricardo Ismael, do departamento de Sociologia Política da PUC-RJ, considera que a política do salário mínimo é uma das que mais tem trazido impacto à sociedade.

"Principalmente pelo contingente do mercado de trabalho que tem pouco poder de barganha para reivindicar, como empregadas domésticas e trabalhadores rurais. Sem dúvida, ajuda a reduzir a desigualdade de rendimentos no mercado trabalho", avaliou.   Continuação...